"Vício" – Uso Patológico da Internet? (DSM-V)

Na íntegra no site oficial do Grupo de Discussão que prepara a 5a edição do Manual Estatístico e Diagnóstico da Associação Psiquiátrica Americana (APA)

Esta condição está atualmente necessitando e aguardando novos estudos na Seção III (juntamente com outras categorias na mesma condução), e seria parte do grupo Adicção e Outros Comportamentos Adictivos.

Contudo, na prática Clínica há pelo menos cinco anos e até dez anos, no Brasil, temos recebido número crescente de indivíduos de ambos os sexos procurando reconquistar o controle sobre suas vidas, perdido no mundo virtual, de fato!

Critérios gerais propostos para discussão e pesquisa (nossa tradução livre)

 
A. Preocupação com jogos da Internet

B. Sintomas de abstinência quando a internet é retirada

C. Tolerância: aumento progressivo de tempo jogando na Internet

D. Tentativas frustradas de controlar o uso

E. Uso excessivo continua apesar de reconhecer problemas psicossociais decorrentes

F. Perda de interesses, hobbies anteriores e formas de diversão como resultado do uso maior da Internet

G.    Uso da Internet para escapar ou amenizar humor disfórico ou desconforto emocional

H.     Esconde ou minimiza a quantidade de uso quando indagado a respeito por familiares, terapeutas ou outros

I.     Prejudicou ou perdeu relacionamentos significativos, trabalho, estudos ou oportunidade de carreira por conta do uso de Internet

Publicado de forma adaptada no site da Clínica Feminina Vitoriosos e no blog internacaoinvoluntaria.wordpress.com

Publicado por

Dr. Gustavo Amadera

Médico Psiquiatra formado pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (CREMESP no. 117.682, RQE no. 26302), membro da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP – matrícula no. 8465), da American Academy of Psychiatry and the Law (AAPL - id no. 108247), da Society for Neuroscience (SFN – no. 210488011) e da Associação Paulista de Medicina (APM - Inscrição no. 80007838). Ex-Conselheiro do Conselho Municipal de Políticas sobre Álcool e outras Drogas (COMAD-Atibaia). Perito Psiquiatra credenciado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), Tribunal Regional Federal (TRF3/JFSP), Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP e TRT-15) e pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo (DRS-VII Campinas).